Você Tem Capacidade Suficiente Para Dominar o Mundo!

9 min de leitura

----------------------------------------------------------------------- Faça parte da minha Lista VIP e receba todas as minhas novidades em primeira mão no seu e-mail.



 

E se eu lhe dissesse que independentemente da sua crença religiosa você tem capacidade suficiente para dominar o mundo? Seria uma afirmação ousada?

 

Pois te afirmo: em um universo com mais de 7 bilhões de seres humanos com todas as adversidades culturais, é possível que cada uma delas dominem o mundo ao mesmo tempo. Quer saber como?! É só continuar lendo…

 

Conceito de Mundo

 

Primeiramente, vamos definir o que é esse mundo que estou falando. Ele é o seu mundo, o meu mundo, o mundo que cada pessoa carrega, e não necessariamente onde habitamos.

 

Você já parou para pensar nisso? Deixa eu te explicar melhor…

 

 

Imagine…

 

Que você tenha nascido(a) sem tato, sem visão, sem olfato, sem audição e sem paladar. Pense um pouco e responda: o que seria o mundo para você nessas condições?…

 

O mundo seria um nada não é mesmo? Você não sentiria nada através do toque, não veria nada, não sentiria o cheiro de nada, não ouviria nada, não sentiria o gosto de nada e consequentemente seria incapaz de produzir pensamentos, sentimentos, raciocínio lógico. Não teria consciência nem conhecimento de nada. Então, o que dizer do mundo nessas condições?

 

Não daria para ter controle algum sobre ele, afinal, não dá para ter controle sobre algo que nem sequer conhecemos a sua existência, concorda?

 

Mas… A situação vai melhorar…

 

Agora imagine que de repente, você começa a sentir o que te rodeia através do toque, enquanto todos os outros sentidos ficam completamente limitados.

 

A partir deste momento você já passa a ter uma noção de mundo baseado no que você está apalpando, e de certa forma, começa a criar uma percepção sobre ele.

 

Convenhamos que seria uma percepção limitadíssima, pois ficaria restringida apenas ao que esse sentido proporciona, além do fato de que você não teria noção da existência de algo que estivesse longe. Exemplo: você mora em um local bem longe de praias, então não saberia que existe mar sem ter que ir para o local e tomar banho lá.

 

Depois de um tempo, você passa a perceber o cheiro das coisas. O cheiro da natureza, os perfumes, cheiro das pessoas, seu próprio cheiro, etc. Agora o mundo para você já seria baseado no que você toca e no que sente olfativamente. Resumindo: já sentiria o cheiro daquilo que tateia e verse versa.

 

A melhor memória do ser humano, é a memória olfativa.

 

Passa um tempo, e você ganha paladar. Sua percepção do mundo começa a expandir um pouco mais, sentindo o gosto daquilo que toca e sente o cheiro.

 

Depois você ganha audição e o mundo passa a ter som, coisa que você nem imaginava que existia.

 

E por fim, ganha visão e “magicamente” você passa a ver tudo o que de fato, é o mundo nós habitamos.

 

Com os cinco sentidos aguçados, você então passa a ter uma percepção – relativamente – completa sobre o que é o mundo, certo?

 

Agora te faço a mesma pergunta que fiz anteriormente, porém, dessa vez você responderá baseado na visão que você tem dele, através dos seus sentidos: o que é o mundo para você?

 

Neste momento, você já poderá citar milhares de características, porque de fato, percebe a sua real existência.

 

Posts Relacionados:

 

 

Moral da História

 

Talvez você ainda esteja se perguntando: “ta bom, Pedro, mas o que você quer dizer com isso?!”

 

Simples, o verdadeiro mundo não está do lado de fora então, mas sim do lado de dentro. O mundo é o que você percebe dele, não aquilo que puramente existe.

 

Se você não percebe amor, então não existe amor para você. Se você não percebe as coisas boas que acontecem na sua vida, fica mais difícil ainda você perceber coisas boas no mundo. Se você não percebe que pode atrair o que você quiser para sua vida, vai atrair inconscientemente mesmo desacreditando nisso, e assim por diante…

 

Ver é uma coisa, perceber é outra. Perceber é tomar consciência de… Ver todo mundo vê, e como percebemos? A percepção já é subjetiva, ela necessita primeiramente dos 5 sentidos sensoriais (visão, olfato, paladar, audição e tato), e depois, da forma de pensar.

 

Se você não vê, não ouve ou não sente nada de alguma forma, consequentemente não percebe. É por isso que os cegos de nascença não sonham com imagens, apenas com o que conseguem captar com os outros sentidos.

 

Sua racionalidade é formada em cima dos sentidos.

 

Tenho certeza que assim como eu, tem momentos na sua vida que você gostou muito, desejou/deseja voltar no tempo para vivê-los novamente, já tem outros que mesmo sendo marcantes positivamente, você não gostaria de vivê-los novamente, porque eles mudaram com o passar do tempo, mas por que eles mudaram? Porque você mudou, o significado que você atribuiu para tal momento foi mudando com o tempo. A sua percepção mudou, percebe a diferença?

 

O que pode ser bom hoje, futuramente pode não servir mais e verse versa, e essa ressignificação será (mais) um fruto da sua mudança.

 

Mais uma vez, não foi algo externo que mudou a sua visão, e sim os seus pensamentos decorrentes da sua evolução como pessoa em alguma fase da sua vida.

 

Percebestes a importância disto? Por isso que este é o grande motivo pelo qual passo de domingo à domingo produzindo conteúdos para fazer pessoas como você refletirem sobre suas vidas e ajudá-las a tomar as melhores escolhas que lhes convém respectivamente.

 

As pessoas precisam tomar consciência da poderosíssima ferramenta que carregam dentro delas mesmas, que é o cérebro.

 

Quando buscamos o desenvolvimento pessoal emocional, podemos sentir o impacto positivamente levado para todas as áreas da vida. Toda pessoa deveria ter essa consciência.

 

Tudo começa dentro de você, nos pensamentos.

 

 

O Que Nunca Deu Certo

 

As pessoas que em algum momento da vida tentaram dominar o nosso planeta (Mao Tse Tung, Stalin, Hitler, Karl Marx, dentre outros) transformaram-no em um caos, tiveram uma vida miserável e pouco conseguiram, além de causar grande desgraça a dezenas de milhões de pessoas em vários países.

 

Sabemos que ninguém consegue agradar a todos, pois, cada pessoa carrega um mundo diferente, e querer ser aceito em todos eles é uma utopia que nunca aconteceu. Porém agradando a si mesmo(a) não necessitará mais da aceitação dos outros.

 

 

Conclusão

A partir do momento que você tem consciência de que pode controlar a sua percepção sobre o mundo, você passa a ter chances controlar o mesmo. O mundo não está fora de você, está dentro. E você só pode controlar aquilo que conhece através da sua percepção.

 

Portanto, aguce os seus sentidos para perceber as melhores nuances que a vida tem a lhe oferecer e não para usá-los focando nas desgraças (que são propagadas viralmente).

 

Você bateu o carro? Pode fazer um (novo) inimigo, ou um novo amigo, um novo patrão. Alguém te faltou com respeito? Pode discriminá-la, ou perdoá-la. Alguém está chorando? Pode dizer que é infantil ou confortá-la.

 

Um homem leva um buquê de flores para sua amada? Pode chamá-lo de antiquado, ou que é maravilhoso ver que ainda existe homens românticos preocupados em agradar uma mulher com simples flores (e não com objetos materiais caríssimos).

 

Seu filho de 7 anos perdeu em matemática na primeira unidade? Você pode dar uma baita surra nele, deixá-lo um mês de castigo, brigar e chamá-lo de burro, ou proferir palavras engrandecedoras para ele, assumir a sua parcela de culpa nesse resultado e tornar-se mais presente nas preparações para as próximas provas do seu amado.

 

Seu chefe te deu uma bronca por você ter feito algo errado? Pode xingá-lo a semana toda mentalmente, ou simplesmente assumir o erro e agradecê-lo pela observação.

 

Tenha a consciência de que independentemente do que vá acontecer com você, é você, e só você que vai decidir o que vai fazer com esses acontecimentos, como vai controlá-los.

 

Você está fazendo escolhas o tempo todo, do momento que acorda até o de dormir, e toda escolha que você faz, está direcionando a sua vida para algum lugar, e qual lugar você quer chegar? As suas decisões realmente estão de levando para esse lugar? Lembrando que não escolher e viver na base do “deixa a vida me levar, vida leva eu” também é uma escolha.

 

Assuma o controle da sua vida. Treine os seus sentidos, ressignifique pensamentos ruins para bons transformando-os consequentemente em sentimentos positivos e domine o mundo.

 

Sim, é possível dominar o mundo.

 

Se você gostou do que leu, compartilhe esse post na sua rede social de preferência ou simplesmente com pessoas que você conhece e que irão gostar também. Vai me ajudar muito!

 

E aí… O que você pensa sobre isso tudo? Concorda? Deixa a tua opinião logo abaixo nos comentários.

 

Para saber das novidades do blog, vem comigo e siga-me na fan page.

 

Não perca o próximo post, pois estarei complementando o assunto deste trazendo uma técnica do coach que é capaz de impactar positivamente todas as áreas da sua vida fazendo com que você domine o mundo. Sou a prova viva de que ela realmente dá certo, e como deu certo na minha vida!

 

 

Grande abraço e até breve!  🙂

 


Pedro Emanuel

 

----------------------------------------------------------------------- Faça parte da minha Lista VIP e receba todas as minhas novidades em primeira mão no seu e-mail.



 

Gostou?! Então por que não compartilhar? =)

Outros Artigos: