[Poema] Não Conte Com o Que Você Não Tem (Mais)!

1 min de leitura

Então… Eu não sei se você sabe, mas eu não paro, muito menos volto. Só dou o “play” e jogo cada fase.

Eu continuo caminhando rumo ao que desconhecemos no mesmo ritmo daquela última vez que você me viu. Se não aguenta a minha levada, ou não quer entrar nela, tudo bem, não fique no caminho, porque vai atrapalhar.

Caso mude de ideia, meus passos permanecerão sendo marcados daqui em diante, qualquer coisa, basta segui-los, e torce para que o tempo não apague-os.

Não dá para saber qual a real distância que nos separa agora, porém, quanto mais longe de mim você estiver, menos falta fará e mais você terá que andar.

Pode demorar, mas possivelmente você irá me achar (muito melhor do que a última lembrança que você tem de mim na sua mente).

Eu só conto com o que tenho. Sugiro que você faça o mesmo também. Se neste momento, não temos um ao outro, algo está errado, ou muito certo…

Se não agrega, não se apega.

Caso a gente se (re)encontre, ótimo. Do contrário, não fará diferença.

 

Abraço e te encontro no próximo artigo!

⚠️ O Blog PE é um site dedicado a compartilhar conhecimentos sobre o ser humano de forma profunda que conta com o suporte de seus apoiadores. Clique aqui para saber como ajudar e ganhe recompensas excepcionais.

 

Pedro Emanuel | Artigos Épicos Sobre Ser Humano.

Gostou?! Então por que não compartilhar? =)

Outros Artigos: