⚫️⬇️ [E-BOOK] Os 12 Maiores Mitos Sobre o Suicídio Que Empurram Qualquer Pessoa do Precipício – Suicídio Parte 01

16 min de leitura

----------------------------------------------------------------------- Faça parte da minha Lista VIP e receba todas as minhas novidades em primeira mão no seu e-mail.



 

Existem diversos mitos sobre o suicídio e é muito provável que você acredite em alguns deles.

Falar sobre este tema ainda é um tabu em nossa sociedade que só quer conversar sobre “coisa boa” (na maioria das vezes irrelevantes) e que enxerga a felicidade como um estado ideal de vida.

Porém, enquanto estamos ignorando e evitando tal assunto, estudos apontam que o índice de ocorrências no Brasil tem crescido cada vez mais com o passar dos anos. Sobretudo entre crianças e adolescentes dos 9 aos 19 anos.

Justamente por ser pouco discutido, tanto pela mídia quanto por nós mesmos nas rodas de conversas, veio a necessidade de criar esse artigo visando descortinar os 12 maiores mitos sobre o suicídio.

Pois quem permanece ignorante diante dessa realidade, pode acabar contribuindo indiretamente para o crescimento dessa estatística.

Caso você deseje obter um conhecimento aprofundado, pode baixar agora mesmo o meu e-book – SUICÍDIO: Entenda TUDO o Que Você Deveria Saber e Um Pouco Mais. Entretanto, se só quer saber dos mitos sobre o suicídio, já está no lugar certo. Continue lendo esse artigo e verá todos os que cito no material logo abaixo…

E-book Suicídio: Tudo o Que Você Deveria Saber e Um Pouco Mais
E-book Suicídio: Entenda Tudo o Que Você Deveria Saber e Um Pouco Mais

Quero o Meu E-book Agora!

 

Parte 01 – Desvendando os mitos sobre o suicídio

 

MITO #01 | Quem vai se matar não fala

Suicídio - Mito 01 - Quem vai se matar não fala

Obs.: Esse talvez seja um dos mitos sobre o suicídio mais propagado pelo senso comum.

É bem corriqueiro as pessoas olharem para essa questão com pensamentos do tipo: “quem ameaça não faz”, “quem fala que quer se matar, só quer chamar a atenção/se aparecer”, “quem quer se matar faz escondido, não fica divulgando”, “se quisesse se matar, já teria feito ao invés de ficar avisando”, “suicidas não procuram ajuda”.

O que poucas pessoas sabem (ou ao menos deixam escapar) é que na maioria dos casos, o suicida transmite sinais verbais e não verbais da sua vontade latente como uma forma de pedir socorro (no decorrer deste material você aprenderá como identificar os principais sinais).

Quando o ser humano chega a esse ponto, obviamente que está em um momento muito delicado, em que a fragilidade está tomando conta de todo seu “eu” e que precisa de (sua) ajuda.

Ninguém sabe qual é a dor do outro.

Quem é adepto dessa crença de que “quem vai se matar não fala”, pode acabar agredindo ainda mais a pessoa que sente esse desejo e que externa um sentimento profundo e perturbador (o que já é outra decisão difícil de tomar) em busca de alguma esperança.

O resultado de acreditar neste mito será a intensificação do sentimento e ideações suicidas no portador.

⚠️ O Blog PE é um site dedicado a compartilhar conhecimentos sobre o ser humano de forma profunda que conta com o suporte de seus apoiadores. Clique aqui para saber como ajudar e ganhe recompensas excepcionais.

 

MITO #02 | Quem planeja o suicídio quer se matar

Suicídio - Mito 02 - Quem planeja o suicídio quer se matar

Os portadores dessas ideações não estão completamente decididos a tirar a própria vida. Todavia, carregam a crença de não conseguir mais lidar com seus fardos.

Com isso, passa a aflorar alternativamente como uma espiral ascendente a ânsia de eximi-los totalmente de uma só vez, através do ato
suicida.

Ou seja, para a resolução dos seus sofrimentos, o caminho para o suicídio começa a se alargar mais dando a parecer ser a saída mais conveniente para a situação.

Os suicidas primeiramente decidem dar fim aos seus sofrimentos, para isso, a única alternativa viável que encontram é tirando a própria vida.

Tirar a própria vida acaba sendo um meio, e não o fim. Portanto, essa linha de raciocínio torna essa crença em um dos mitos sobre o suicídio.

 

MITO #03 | Falar sobre suicídio aumenta a vontade das pessoas se suicidarem

Suicídio - Mito 03 - Falar sobre suicídio aumenta a vontade

Na realidade, ocorre justamente o inverso, porque comportamentos e atos suicidas não são intensificados quando o tema é abordado, mas sim, com a ignorância em relação a ele.

Os primeiros passos para podermos controlar qualquer emoção/dor é saber de onde ela vem e o que é, para que a partir deste princípio, elas possam ser tratadas pela raiz da forma mais eficaz possível.

Nós só podemos vencer algo se identificarmos o que é exatamente o que temos que vencer.

Independentemente do tamanho da dor, saber a origem dela e a que se refere podem ser respostas imperceptíveis de serem encontradas por quem a carrega.

Por isso, é de suma importância que possamos contar com a ajuda de outras pessoas nesse processo, sobretudo dos profissionais da área de saúde, porque são especializados nessas buscas, bem como no tratamento de suas respectivas demandas.

Quando o tema suicídio fica ausente nos centros de debates e rodas de conversas sociais, as pessoas que carregam consigo esse desejo não se sentem à vontade para compartilhar sobre o que sentem por dois motivos
básicos:

  • Estar rodeada de pessoas desprovidas de conhecimento sobre o assunto (o que deixaria o processo de busca pela empatia impotente);
  • Medo da interpretação do outro. De não dar a devida importância, já que falar sobre o suicídio é um tabu para a sociedade e que talvez por este motivo, seja um tema envolto de tantos mitos.

Como tudo é uma questão de ponto de vista e de escolhas, quando encontramos outra pessoa que agiria diferente de nós diante da mesma situação, ela pode nos apresentar saídas mais viáveis que não tínhamos notado anteriormente (o que não é difícil de acontecer quando comparadas com a da morte).

Faz parte da nossa cultura evitar abordar assuntos mais sérios nas rodas de conversas, quando o fazem, em sua maior parte é de forma sarcástica e ou irônica.

Outra parte adora propagar notícias de violência, especialmente as mais bárbaras, mas não em discutir formas para que possamos começar a fazer a mudança que gostaríamos de ver no mundo, partindo da contribuição que podemos oferecer para o próximo, a começar por quem está sob o mesmo teto.

Não tem como lutar contra um inimigo oculto em que desconhecemos a sua existência, pois desse modo, como poderíamos saber seus “pontos fracos”?Nesse sentido, fica o alerta para que possamos falar mais sobre esse assunto de uma forma consciente. Dessa forma, evitaremos também outras aparições de mitos sobre o suicídio.

 

 

MITO #04 | Achar que fazer discursos sobre pensamento positivo irá ajudar

Embora ter pensamentos positivos seja um aspecto muito importante para continuarmos progredindo rumo ao que desejamos, devemos ter bastante cuidado ao usar certas frases positivas soltas que soam clichê, como: “vai ficar tudo bem”, “é só uma fase, vai dar tudo certo depois”, “você precisa pensar positivo”.

Pois, frases dessa natureza tendem a não surtir efeito algum com pessoas que estão se sentindo sufocada em seu martírio, o motivo é simples:são demasiadamente superficiais. Qualquer um pode tirá-las da ponta da língua.

Diante deste cenário, o máximo de positivo que pode acontecer é o(a) ouvinte levar mais em consideração a sua intenção ao passar essa mensagem de “apoio”, do que o conteúdo pasteurizado em si.

Em alguns casos, podem até deixá-las pior, porque tem pessoas que ao ouvir afirmações do tipo interpretam instantaneamente que você não tem o que dizer/fazer para ajudá-la e então se apropria de tais discursos prontos. Por isso que esse ponto se torna parte de mais um dos mitos sobre o suicídio.

Ao invés de usarmos os exemplos que citei anteriormente, pode surtir mais efeito se demonstrarmos sinceridade de uma forma mais próxima possível da empatia, que pode ser dizendo algo do tipo: “fulano(a), infelizmente eu não sei bem como posso lhe ajudar. No entanto, saiba que independentemente disso, eu estarei aqui lhe apoiando e torcendo por sua melhora, porque sei que você ainda tem força suficiente para superar esses sentimentos. Força essa que imagino eu, nem você mesmo(a) mais encontra/acredita, mas que mais cedo ou mais tarde, você fará brotá-la dentro de si”.

Contudo, ao finalizar a leitura do e-book você vai poder passar um bom tempo dialogando sobre inúmeros pontos que nem a pessoa a ser ajudada imagina existir(se ela permitir, claro).

 

Você também pode gostar de ler:

⚫️⬇️ SUICÍDIO – Entenda tudo sobre suicídio e um pouco mais – Suicídio parte 02 →

📕⬇️ [E-Book Grátis]: Os 6 mitos sobre pensamento positivo →

⚫️ A pior doença do mundo e como curá-la →

⚫️ Os 10 principais benefícios de quem pensa positivo →

⚫️ Como reagir aos insultos e provocações mal intencionados →

 

MITO #05 | Quem tem vontade de se suicidar é fraco(a)

Suicídio - Mito 05 - Quem tem vontade de se suicidar é fraco(a)

Quando usamos o “é” acabamos limitando possibilidade de uma volta por cima, e então enxergamos o sujeito “fraco” como uma pessoa que será sempre assim. Com isso, não teremos a crença de que existe chances de superação para elas.

Não é “do nada” que as pessoas chegam nesse ponto, tampouco porque querem. Geralmente é após um ou vários eventos estressores que tiveram que passar na vida e que não cabe a nós julgar se é digno ou não de tanto sofrimento.

Tudo nesse mundo é passível de mudanças o tempo todo, até que se findem completamente

Foi por este motivo que escrevi aqui no [BPE] um poema tratando justamente dessas rotulações perigosas e limitantes, cujo o título é: Eu não sou nada. Logo, posso ser tudo.

Portanto, seria mais viável pensar que o indivíduo portador da vontade de se suicidar esteja fragilizado, e que mesmo assim, ele está vencendo bravamente a briga com suas ideações suicidas, ressaltando o ponto dele possuir capacidade suficiente para se reerguer de quaisquer condição.

 

MITO #06 | O suicídio é um ato que acontece em um momento de descontrole emocional

Suicídio - Mito 06 - É um ato que acontece em descontrole emocional

Um dos mitos sobre o suicídio mais vitimista.

Mesmo que o indivíduo esteja portando alguma doença psicológica (e nesse caso o descontrole emocional passa a ser constante em sua vida, e não um evento esporádico), essa não é uma decisão tomada de uma hora pra outra, nem da noite pro dia.

Em boa parte das ocasiões, durante suas ruminações mentais, o suicida passa por um longo período de decisão e planejamento, podendo levar a teoria à prática bem-sucedida.

Nesse meio tempo, durante o planejamento, uma atitude corriqueira (que também é um sinal) diz respeito à organização financeira. Elas podem se organizar financeiramente com antecedência, para não deixar a família endividada.

Então, diferente da visão de muita gente, diversos acontecimentos antecedem o suicídio. A pessoa que comete esse ato, muito das vezes já o tinha premeditado friamente, bem planejado, inclusive com a probabilidade de não ter sido a primeira tentativa.

⚠️ O Blog PE é um site dedicado a compartilhar conhecimentos sobre o ser humano de forma profunda que conta com o suporte de seus apoiadores. Clique aqui para saber como ajudar e ganhe recompensas excepcionais.

 

MITO #07 | Quem sobrevive a(s) tentativa(s) não tenta novamente

Suicídio - Mito 07 - Quem sobrevive a(s) tentativa(s) não tenta novamente

Não é uma tentava ou algumas tentativas frustradas que fará o sujeito a desistir completamente de voltar a tentar. Estudiosos mostram que é completamente o oposto.

A tentativa de suicídio fracassada aumenta em pelo menos de 5 a 6 vezes a probabilidade desse indivíduo voltar a tentar consumar o ato.

 

MITO #08 | Apresentar melhoras significa desistir do suicídio

Suicídio - Mito 08 - Apresentar melhoras significa desistir do suicídio

Quando alguém se sente melhor depois de relutar muito consigo mesmo(a) sobre cometer o suicídio, não necessariamente ela desistirá dessa atitude.

Em alguns casos, essa melhora é decorrente da resolução entre o conflito interno que essa pessoa se encontrava. Resolução essa que antecede o momento suicida, pois foi dado fim a dúvida sobre realmente tirar a própria vida ou não.

 

Leia também:

⚫️ Os 10 melhores benefícios de quem mantém pensamentos positivos →

 

 

MITO #09 | Só quem é rico que comete suicídio

Suicídio - Mito 09 - Só quem é rico que comete suicídio

Esse talvez seja um dos mitos sobre o suicídio mais bizarro. Muita gente acredita que só rico sente essa vontade, porque o pobre é um tipo de pessoa que está se preocupando tanto com sua sobrevivência que “não tem tempo para essas frescuras”.

Na Parte 02 desse artigo você verá que são justamente os indivíduos em dificuldades extremas financeiramente e que vivem em condições de vulnerabilidade social as que mais têm propensão a se matar.

 

MITO #10 | O suicídio é uma decisão individual, todos temos direito a exercer o livre arbítrio e fazer de nossas vidas o que quisermos

Suicídio - Mito 10 - O suicídio é uma decisão individual de liberdade

Levando em consideração que o portador de ideações suicidas está passando por sérios problemas mentais que alteram de forma radical a sua percepção sobre tudo que lhe envolve, essa crença cai por terra, porque o sujeito em questão não está em condições para decidir qual caminho mais viável seguir.

Como ser “livre” tendo a mente refém das angústias que lhe domina?

Como você viu no Mito #02, o suicida não tem como principal objetivo tirar sua própria vida, mas sim, dar fim aos seus sofrimentos.

Portanto, primeiramente, faz-se necessário um tratamento da doença mental presente, que com o tempo fará o indivíduo tomar mais consciência de si mesmo e seus atos, ou seja, retomar a sua saúde psíquica, para que assim, possa exercer seu livre arbítrio sem trazer maiores danos para si e outrem. Pois, durante um tratamento de transtorno psicológico
eficaz o desejo de se matar vai desaparecendo gradualmente, devido ao mesmo atingir de volta a sua sã consciência (ou ao menos, boa parte dela).

Embora a maior parte da responsabilidade do ato seja do autoagressor, nós (enquanto integrantes da sociedade) também temos nossa parcela de culpa, porque podemos interferir diretamente nesse final abreviado da vida de forma trágica.

Especialistas apontam que mais de 90% dos suicídios poderiam ser evitados.

 

Leita também:

⚫️ Conheça a pessoa que te acompanha todos os dias →

 

MITO #11 | O índice de suicídios aumenta no Natal

Suicídio - Mito 11 - O índice de suicídios aumenta no Natal

Parece lógico que, para uma pessoa em depressão, os feriados passam a ser épocas especialmente difíceis – estresse acima do normal, solidão e lembranças tristes da perda de pessoas queridas –, então não é surpresa que haja uma crença popular de que, durante a véspera de Natal, aconteça um aumento na taxa de suicídios.

No entanto, não é o que constata os estudos recentes feitos em diversos países. Tais pesquisas mostram que as taxas em Dezembro e no próprio Natal tendem a ser as mais baixas do ano, mas, em outros feriados, como o de celebração de Ano Novo e Páscoa, parece haver um pico.

Em um desses estudos, verificou-se que as taxas de suicídio na Inglaterra caíram constantemente no Natal e aumentaram no Ano Novo durante 15 anos, de acordo com o artigo publicado em Junho de 2016, na revista acadêmica Journal of Affective Disorders (Jornal de Distúrbios Afetivos).

Um estudo mais antigo relatou um declínio similar no dia de Natal nos Estados Unidos, com taxas inferiores a 15% da média. Os pesquisadores constataram um pico geral na primavera e as maiores taxas diárias foram observadas às segundas.

Os resultados mencionados em 2015 pelo European Journal of Public Health (Jornal Europeu de Saúde Pública) seguiram o mesmo sentido na Áustria, mostrando cerca de 25% menos de suicídios em torno do Natal.

As taxas foram particularmente baixas na véspera de Natal e permaneceram até o 1º de janeiro, período que ocorreu a maioria dos suicídios quando comparado a qualquer dia do ano. Os autores também observaram taxas maiores nas segundas e terças, bem como durante a semana após a Páscoa.

“A maior concentração de suicídios é em abril”
– Reuters Health Herbert Hendin;Diretor médico da Fundação Americana para Prevenção do Suicídio.

De acordo com o psicólogo clínico Martin Plöderl, co-autor do estudo austríaco na Paracelsus Medical University, em Salzburgo, há tipicamente mais conexão social para muitas pessoas em torno do Natal, que é um fator de proteção estabelecido para o suicídio. As internações hospitalares psiquiátricas também diminuem durante esse período. Ou seja, mais um dos mitos sobre o suicídio.

 

Exceções:

Países como México e Austrália são exceções, foram observadas taxas sutilmente elevadas em ambos os países, tanto no Natal quanto na virada pro Ano Novo (assim como no Dia das Mães e no Dia da Independência Mexicana). Entretanto, a maioria das nações seguem o padrão: em véspera de Natal, as taxas de suicídio ficam abaixo do normal.

Obs.: Mesmo sabendo que o aumento de casos suicidas no Natal seja um mito na maior parte do mundo, é importante que você esteja mais atento(a) para sinais de pessoas depressivas tanto nesta data, quanto em outras comemorativas. Pois momentos de confraternização apelam para que nós estejamos em plenitude, bem acompanhados, e são justamente nesses dias que pessoas em estado depressivo ficam mais propensas a acentuar seu sentimento de solidão, fator que agrava ainda mais seu estado patológico.

 

MITO #12 | Não tem como impedir

Suicídio - Mito 12 - Não tem como impedir

Existem algumas maneiras de ajudar alguém com ideações suicidas, e você pode conferir quais são nesse artigo.

 

Conclusão

É começando a romper o tabu dessa questão a partir do conhecimento dos seus mitos que podemos ter um pouco mais de propriedade para falar e tratar desses casos. Esse é só o princípio.

Agora que você já sabe quais são os mitos sobre o suicídio, irá tirar um melhor proveito do próximo artigo e o material que produzi falando sobre isso com mais de 100 páginas de puro conteúdo.

E-book Suicídio: Tudo o Que Você Deveria Saber e Um Pouco Mais
E-book Suicídio: Entenda Tudo o Que Você Deveria Saber e Um Pouco Mais

Quero o Meu E-book Agora!

 

Creio que todos nós acreditamos em pelo menos um desses mitos sobre o suicídio em algum ponto de nossas vidas. Eu mesmo já cheguei a acreditar em quase metade deles. Mais especificamente nos mitos: #03, #04 (até que me dei mal uma vez fazendo isso), #05, #06, #10. E você?!  Deixe o(s) mito(s) que você acredita(va) nos comentários.

 

Forte abraço e até a parte 02! →

 

Pedro Emanuel | Artigos Épicos Sobre Ser Humano.

----------------------------------------------------------------------- Faça parte da minha Lista VIP e receba todas as minhas novidades em primeira mão no seu e-mail.



 

Gostou?! Então por que não compartilhar? =)

Outros Artigos: